WhatsApp
Facebook
Imagem de destaque - Chuva afeta mais de 2 milhões de pessoas no Rio Grande do Sul

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul atualizou que mais de 2 milhões de pessoas estão afetadas pelas enchentes no estado.

Desde o primeiro balanço divulgado neste sábado (11) às 9h, mais 87 682 pessoas foram incluídas nesse grupo, totalizando 2 039 084 afetados.

O número de municípios afetados subiu para 445, enquanto permanecem estáveis os dados de pessoas em abrigos (71.398), desalojados (339.925), feridos (756), desaparecidos (125), mortes (136), e resgates de pessoas (74.153) e animais (10.348).

Os maiores volumes de chuva nas últimas 24 horas foram registrados na região do Rio Guaíba e Litoral Norte, ultrapassando os 100 milímetros. Apesar disso, os rios Taquari e Caí, atingiram limiares de alerta, mas tendem a estabilizar ainda hoje.

O Rio Uruguai está previsto para atingir seu pico de cheia em Uruguaiana, próximo a 4 metros acima da cota de inundação, enquanto a Lagoa dos Patos continua em elevação próximo a Pelotas e região. Os demais rios do estado estão em declínio ou estabilidade.

Segundo a Superintendência de Operações e Eventos Críticos da Agência Nacional de Águas (ANA), ao meio-dia deste sábado, o nível da água no Cais Mauá estava em 4,59 metros, abaixo do pico de cheia de 2024, que ficou em 5,35 metros, ultrapassando o recorde anterior de 1941.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Imagem de destaque - Alteração do nome