WhatsApp
Facebook
Imagem de destaque - Campanha de doações do Estado arrecada 11,5 mil toneladas para o Rio Grande do Sul

A campanha SOS RS, promovida pelo Governo do Paraná, arrecadou 11,5 mil toneladas de ajuda humanitária para as vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul. Até esta sexta-feira (17), foram enviadas 8,4 mil toneladas em mais de 450 caminhões. Os donativos incluem alimentos, água potável, roupas e produtos de higiene e limpeza, doados por todas as cidades paranaenses.

Coordenada pelo gabinete da primeira-dama Luciana Saito Massa e pela Defesa Civil Estadual, a campanha prioriza a arrecadação de alimentos não perecíveis e material de higiene pessoal. Os itens são destinados principalmente a famílias desalojadas ou abrigadas. Mais de 650 mil pessoas estão fora de suas casas no Rio Grande do Sul.

As entregas são realizadas continuamente a partir de centros de distribuição em Curitiba e outras cidades do interior. A Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar e guardas municipais fornecem escolta especial aos caminhões de donativos.

A campanha continua até 22 de maio. As doações podem ser entregues em unidades do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil, sedes do Instituto Água e Terra e espaços da Secretaria da Cultura.

Ações de apoio do Paraná

Além dos donativos, o Paraná tem enviado forças de segurança e equipamentos para apoiar as cidades gaúchas. Bombeiros trabalham nos resgates, enquanto policiais militares ajudam a prevenir roubos e saques. Policiais civis e profissionais da Polícia Científica também foram enviados para apoiar as autoridades locais.

O governo paranaense enviou viaturas, caminhões-tanque, embarcações e helicópteros, utilizados em diversas frentes de trabalho. Também foram enviados bolsas de sangue, medicamentos, profissionais de saúde e técnicos da Defesa Civil.

Situação no Rio Grande do Sul

Segundo o governo do Rio Grande do Sul, 461 municípios foram afetados pelas chuvas e alagamentos. O número de mortos chegou a 154, com 806 feridos e 98 desaparecidos. O boletim mais recente aponta que 78 mil pessoas estão em abrigos e 540 mil precisaram deixar suas casas. No total, 82 mil pessoas e 12,1 mil animais foram resgatados em áreas alagadas.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Imagem de destaque - Alteração do nome