WhatsApp
Facebook

A temporada 2023/2024 do Verão Maior Paraná tem sido marcada por intenso trabalho dos guarda-vidas no Litoral.

Os números indicam que as ações e ocorrências registradas pelos bombeiros militares nos primeiros 33 dias de atuação na orla paranaense já equivalem, e em alguns casos superam, estatisticamente, toda a operação do ano passado, que durou 71 dias.

O número de salvamentos, incluindo resgates de pessoas com dificuldades na água e socorro a afogamentos, atingiu 1.237, equivalendo aos registros da temporada anterior inteira, que contabilizou 1.275 notificações desse tipo. Comparando apenas os primeiros 33 dias de atuação entre as duas temporadas, houve um aumento de 42%, com 871 salvamentos no mesmo período do ano anterior.

O aumento no número de banhistas contribuiu para um crescimento nas ações de prevenção, orientação e advertência realizadas pelos guarda-vidas. Os afogamentos, por exemplo, superam os números de 2022/2023, tanto no mesmo período quanto no total acumulado. Desde o início do Verão Maior Paraná, foram retiradas do mar 112 pessoas em situação de emergência, um aumento de 166% em relação ao mesmo período do ano anterior.

As ações preventivas, incluindo sinalizações, orientações e conscientização, apresentaram um aumento de 105% em relação ao mesmo período do ano passado. A distribuição de pulseirinhas de identificação para crianças, ocorrências envolvendo águas-vivas ou caravelas, e o resgate de crianças perdidas também registraram aumentos significativos.

Apesar da maior incidência de afogamentos, o número de óbitos não aumentou, destacando a importância de entrar na água apenas em locais protegidos por guarda-vidas. A temporada do Verão Maior Paraná continua com uma ampla programação de atividades culturais, esportivas e de lazer para os veranistas e moradores do Litoral paranaense.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Imagem de destaque - Angeli