WhatsApp
Facebook
Imagem de destaque - Governo fornece terceira remessa de alimentos para escolas estaduais

O Instituto de Desenvolvimento Educacional do Paraná (Fundepar), em nome do Governo Estadual, está atualmente entregando a terceira remessa da alimentação escolar de 2024, totalizando aproximadamente 4 mil toneladas para as cerca de 2 mil escolas da rede. O envio dos itens teve início em 22 de maio e tem previsão de conclusão até 24 de junho. O investimento nesta etapa é de R$ 45,1 milhões.

Entre os insumos fornecidos estão arroz polido, arroz polido orgânico, arroz parabolizado, feijão-carioca, feijão-preto orgânico, fubá de milho, molho de tomate, canjiquinha, banha suína, farinha de milho, água de coco, bebida à base de soja sabor maçã, bebida à base de soja sabor uva, biscoito integral, biscoito polvilho salgado sem glúten, biscoito integral chocolate sem lactose, entre outros.

Além disso, a remessa inclui aquisição de alimentos perecíveis e não-perecíveis, utilizados no preparo das refeições servidas durante os intervalos e almoços, como parte do programa Mais Merenda, instituído no segundo semestre de 2022. Este programa garante três refeições por turno, adicionando um lanche na entrada e outro na saída das aulas.

Até o encerramento do ano letivo, as escolas receberão um total de cinco remessas do programa, visando garantir uma alimentação saudável e de qualidade para os estudantes. Além disso, há distribuição periódica de itens perecíveis, como carnes congeladas, pães, ovos, frutas e produtos provenientes da agricultura familiar.

De acordo com Andrea Burakoski, da Coordenação de Logística e Monitoramento da Alimentação do Fundepar, os itens necessários para a alimentação escolar são fornecidos para garantir o preparo de refeições do primeiro até o último dia de aulas dos alunos. Todos os estabelecimentos de ensino estaduais são beneficiados pelo programa, além das Ações Pedagógicas Descentralizadas (APEDS).

“A merenda é essencial porque é um complemento que contribui para a educação nutricional das crianças, fortalece o aprendizado, aumenta a concentração dos alunos e ensina a importância de hábitos saudáveis na escola, que podem ser levados para casa”, afirma Burakoski.

A diretora-presidente do Fundepar, Eliane Teruel, destaca que “a cada nova remessa, percebemos que estamos no caminho certo. O Mais Merenda é um programa reconhecido nacional e internacionalmente. Mais duas remessas serão realizadas até o final do ano para garantir uma alimentação adequada e equilibrada a todos os alunos da rede estadual”.

Processo de distribuição

Os gêneros alimentícios não perecíveis (a chamada “merenda seca”) são entregues pelos fornecedores no Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-PR), em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Os produtos são separados, pesados, acondicionados conforme o padrão de armazenagem e identificados por escolas, seguindo as guias de remessa emitidas pelo Fundepar, para, então, serem distribuídos.

Mais Merenda: Investimento e benefícios

Desde 2022, os mais de 1 milhão de alunos da rede estadual de ensino recebem três refeições por dia, graças ao programa Mais Merenda. O programa inclui um lanche na entrada e outro na saída de cada turno, além da merenda regular nos intervalos das aulas. No estado, 192 cooperativas fornecem alimentos para a merenda da rede estadual, beneficiando cerca de 25 mil famílias de produtores. O investimento previsto em alimentação para o ano todo é de aproximadamente R$ 550 milhões.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Imagem de destaque - Alteração do nome