WhatsApp
Facebook

Na terça-feira (19), a Polícia Militar, em conjunto com a patrulha Maria da Penha e o Poder Judiciário intensificaram as ações preventivas       contra a violência doméstica em Campina Grande do Sul, como parte da operação “Átria”,

A Patrulha Maria da Penha ficou responsável pelo planejamento e organização das informações, realizando visitas comunitárias para fiscalizar a implementação das medidas protetivas estabelecidas pelo Poder Judiciário.

A juíza de Direito, Dra. Paula Priscila Candeo, participou ativamente da ação, acompanhando pessoalmente a fiscalização das medidas protetivas e vivenciando a realidade enfrentada pelas policiais militares no combate a essa forma de violência que tem gerado crescente preocupação social. Durante as ações, as policiais femininas atuaram preventivamente, utilizando técnicas específicas de orientação, escuta ativa, empatia e solidariedade, estabelecendo um diálogo eficiente e promovendo o acolhimento das mulheres.

A Dra. Paula Candeo destacou a importância do trabalho integrado da Rede de Apoio do município. “Essa integração é fundamental para alcançar os objetivos propostos pela política de prevenção e enfrentamento da violência doméstica. A rede contribui para a agilidade dos atendimentos e as visitas e ações de fiscalização das medidas judiciais refletem diretamente na prevenção de novos casos”, afirmou a Juíza.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Imagem de destaque - Angeli