WhatsApp
Facebook

Março marcou um aumento significativo nas exportações de açúcar nos portos paranaenses. A movimentação de açúcar a granel atingiu 419.899 toneladas, um crescimento de 352% em comparação com o mesmo mês de 2023, que registrou 93 mil toneladas. A venda de açúcar em saca também aumentou, passando de 18.004 toneladas em março de 2023 para 70.220 toneladas no mesmo mês deste ano, representando um crescimento de 289%.

O Paraná teve uma safra recorde de cana-de-açúcar em 2023, atingindo 35,2 milhões de toneladas, um aumento de cerca de 11% em relação ao ano anterior, conforme dados do Departamento de Economia Rural (Deral). Esse aumento na produção contribuiu para impulsionar o comércio exterior, uma vez que os produtores paranaenses são os principais exportadores pelo porto de Paranaguá.

Os números expressivos em março seguem uma tendência desde o início do ano. De janeiro a março, houve aumentos na movimentação de açúcar tanto a granel quanto em saca. A movimentação a granel aumentou 167%, passando de 503.515 toneladas para 1.341.878 toneladas, enquanto a movimentação em saca aumentou 96%, passando de 105.572 toneladas para 206.740 toneladas.

O diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, destacou que a mudança no comércio mundial também influenciou os resultados. Ele ressaltou os investimentos em logística que aumentaram o ganho operacional, bem como o aumento na demanda global pela commodity. A Índia, que era o segundo maior produtor de açúcar do mundo, está importando a commodity devido a problemas com o fenômeno natural El Niño na última safra. Essa mudança no mercado tem levado os produtores brasileiros a aumentarem a produção de cana e direcionarem mais para a produção de açúcar.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Imagem de destaque - Angeli