WhatsApp
Facebook

O Ministério da Agricultura informou, em atualização na plataforma oficial, que dois novos focos de influenza aviária de alta patogenicidade (IAAP, vírus H5N1) em aves silvestres foram detectados no Brasil.

Um dos focos foi identificado em uma ave caraúna em Rio Pardo, no Rio Grande do Sul, e o outro em uma ave trinta-réis-boreal em Macaé, no Rio de Janeiro. No ano passado, o Paraná decretou emergência zoosanitária após identificar casos no estado.

No total, há 151 casos da doença em animais silvestres no País (sendo 147 em aves silvestres e quatro em leões-marinhos) e três focos em produção de subsistência, de criação doméstica, somando 154 ao todo.

De acordo com a pasta, há outra investigação em andamento, com coleta de amostras e sem resultado laboratorial conclusivo.

As notificações em aves silvestres e/ou de subsistência não comprometem o status do Brasil como país livre de IAAP e não trazem restrições ao comércio internacional de produtos avícolas brasileiros, conforme prevê a Organização Mundial de Saúde Animal (OMSA).

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Imagem de destaque - Angeli