WhatsApp
Facebook
Imagem de destaque - Adapar estabelece normas para acesso de máquinas agrícolas ao Paraná visando prevenção de pragas

A Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) emitiu a Portaria nº 129/24 que estabelece os procedimentos para a entrada de máquinas, implementos agrícolas e seus veículos transportadores no estado. De acordo com o documento, a entrada só é permitida se todas as partes internas e externas estiverem livres de solo e resíduos vegetais.

Uma das principais ameaças é a planta daninha Amaranthus palmeri, presente no Brasil desde 2015, embora ainda não registrada no Paraná. Relatos indicam que uma única planta pode gerar de 100 mil a 1 milhão de sementes, podendo causar grandes prejuízos para a agricultura paranaense.

“Trata-se de uma espécie com alta capacidade competitiva, podendo causar perdas significativas: em áreas com ocorrência, pode reduzir a produtividade de soja, milho e algodão em cerca de 80% a 90%,” disse Renato Rezende Young Blood, chefe do Departamento de Sanidade Vegetal da Adapar.

O trânsito de máquinas e implementos agrícolas com solo aderido ou resíduos vegetais é uma das principais formas de disseminação de plantas daninhas resistentes a herbicidas no Brasil. A introdução da Amaranthus palmeri no Paraná pode ter ocorrido pelo transporte de sementes em colheitadeiras vindas da Argentina.

Juliano Farinazzo Galhardo, chefe da Divisão de Certificação, Rastreabilidade e Epidemiologia Vegetal da Adapar, destacou o aumento considerável no número de prestadores de serviços de colheita nos últimos anos, o que contribuiu para o aumento do trânsito interestadual de máquinas e implementos agrícolas para o Paraná, aumentando o risco de introdução de pragas, incluindo a Amaranthus palmeri.

Desde fevereiro do ano passado, o Departamento de Sanidade Vegetal da Adapar está trabalhando em um plano de ação para aumentar a proteção da agricultura paranaense e prevenir não apenas a Amaranthus palmeri, mas também outras espécies de plantas daninhas resistentes, fungos, vírus, bactérias e nematoides.

A Adapar possui mais de 30 Postos de Fiscalização do Trânsito Agropecuário instalados na divisa do Paraná com outros estados, onde as inspeções de máquinas e implementos agrícolas serão intensificadas para verificar sua adequação à Portaria 129/24.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Imagem de destaque - Angeli